Introduza o seu e-mail

Viajar é trocar a roupa da alma

21/08/2018 |

Há sempre lugares fantásticos que valem a pena visitar.

 

Viajar, é mais que sair do lugar onde se vive, usar um meio de transporte ou fazer as malas. Viajar é sonhar, imaginar, vivenciar culturas e estilos de vida diferentes do nosso. É sair da zona de conforto e aventurar-se no desconhecido.

 

“Ultimamente tenho pensando muito sobre viagens para pessoas acima dos 50 anos. Como descobrir um destino que satisfaça as necessidades de quem já viveu alguns anos; Comecei a pesquisar sobre isso e cheguei à conclusão que não existe um destino direcionado para uma faixa etária especifica. Claro que algumas atividades ou passeios são mais propícios para pessoas com determinados perfis, mas nada é impossível”, diz Fernanda Souza, blog senhorasesenhores.com.br

 

Li reportagens de pessoas próximas dos 60 anos que só viajam sozinhas; outras que gostam de grandes aventuras sem saber ao certo aonde estão indo; outras já preferem tudo minuciosamente organizado com antecedência e há as que gostam de grupos, excursões, e de estar sempre acompanhado por algum guia ou acompanhante.

 

Tudo que planeamos com antecedência pode se tornar algo mais prazeroso, não ter tanto contratempo de última hora, não perder tempo negociando um serviço local, ou procurando uma pousada, e assim estar indo realmente para curtir uma viagem. Mas nada impede que você possa, uma vez ou outra aventurar-se um pouco. Não programar todos os dias de sua viagem, deixar que as oportunidades apareçam, e elas podem ser gratas surpresas, refere Fernanda Souza.

 

O mais importante numa viagem é estar aberto a novas experiências e realidades, de coração aberto, sorriso no rosto e uma grande curiosidade, para poder absorver ao máximo o que as viagens nos dão de oportunidade de olhar de forma diferente o mundo!

 

Não viaje a pensar nos problemas que deixou em casa. Abra-se ao novo, para que possa realmente aproveitar o que as viagens nos podem oferecer. É tão bom andar por um lugar que não conhecemos, beber um café a qualquer hora, conversar com os moradores locais, perceber na simplicidade do dia-a-dia, a cultura de cada região e os seus hábitos e costumes. Muitas vezes, o segredo está nos detalhes e na vida do quotidiano. Embora, é claro que, quando viajamos, faz parte ir conhecer os pontos turísticos e desvendar a história da cidade.

 

É por isso importante a leitura antecipada sobre o local a ser visitado, principalmente se tiver poucos dias de viagem. Um bom planeamento do que gostaria ou não de conhecer é fundamental. Use os blogs de viagens. São uma boa opção pois dão relatos reais de viajantes com dicas preciosas que muitas vezes não vêm nos guias. E, apesar de todas as mil novas tecnologias disponíveis no mercado, o velho e bom mapa da cidade ainda continua a ser um item indispensável (mesmo que possa ser no seu smartphone!).

 

Aproveite a vida e viaje… viaje muito… nem que seja em sonhos ou na sua cidade e pais, pois como diz o poeta Mario Quintana

 

 “Viajar é trocar a roupa da alma”.

 

Adaptado de Fernanda Souza, blog senhorasesenhores.com.br